As Comidas e a Língua Portuguesa!

Rio de Janeiro, um dia chato em mil novecentos e que Deus me cuide.

Carminha,

Estou alegríssima de saber que você esta estudando o "Brasileiro" e que já já vai ser promovida a "Rapariga Sabe-Tudo"!

Vamos lá a umas "coisitas" mais:

Herdamos dos Patrícios, o gosto pela boa mesa, a boa comida, e a "comida demais". No Brasil temos a especialidade de falar em comida o tempo todo, o tempo todo mesmo.

Quando temos um problema para resolver, algo bem trabalhoso, dizemos que vamos "descascar um abacaxi". "Abacaxi" é uma coisa difícil de resolver. Já um "pepino" é uma coisa difícil de engolir, ou seja de aceitar. No tempo que a minha Mãe era uma jovenzinha, muito antes de caducar, dizia que um homem bonito era um "pão", mas eles nunca diziam que ela era uma "uva" (mulher bonita). Mas apesar de falar tudo isso dela,  sempre serei o "doce de coco" da Mamãe, uma pessoa muito querida.

Quando temos certeza que algo vai acontecer, que é infalível dizemos que "é batata". Se um problema sobra para a gente resolver , ficamos então "com a batata quente na mão" mas se nos aborrecemos com alguém que esta nos chateando mandamos esta pessoa chata "plantar batatas" ou "catar coquinhos".

Uma coisa fácil, como as provas da Dona Neusa, dizemos que é "mamão com açúcar", ou "melzinho na chupeta" ou "canjica". Mas se a gente precisa de uma ajudinha no trabalho, pedimos a ela uma "canja". "Canja" é uma ajuda que se ganha de graça.

Coisas ou pessoas sem importância chamamos de "café pequeno", já aqueles que se acham o maioral, chamamos de "rei da cocada preta". Eu ainda vou inventar a "rainha da cocada branca!" já que não se usa a expressão no feminino! 

Se eu marcar um encontro com aquele "pão" e ele não aparecer, eu vou dizer que ele me deu o "bolo". E aí vou ficar com cara de "pastel". Alguém que é sempre bobo é um "banana". E o filhinho favorito da Mamãe, dizemos que é o "quindim" dela.

Quando nos falta assunto e ficamos enrolando a conversa ou o trabalho escolar, dizemos que estamos "enchendo linguiça". E quando alguém esta confuso ou esta misturando os fatos, dizemos que esta "fazendo a maior salada".

Ei, eu já ia me esquecendo,quando alguém comprovadamente culpado não é punido, dizemos que a situação "acabou em pizza".

Bom acho que já vou ficando por aqui, porque já estou contando coisas demais e,

"quem nunca comeu melado, quando come se lambuza" e "acabou-se o doce que era doce".

Beijinhos,

da Senhora Sabe-Tudo,

                                            

 

Mais Cartas    Alzirez         Histórias      Principal

Assine o meu livro de visitas 

Free Guestbook from Bravenet.com